Santa Rita de Cassia

Histórico 

Santa Rita de Cássia nasceu em Cássia, na Itália, em 1381. Desde criança, a santa demonstrava seu desejo de viver uma vida em Cristo, acreditava no Amor pela Sagrada Família e por isso aspirava casar por amor. Seu pai, um juiz de paz arrumou um casamento entre classes para a filha, mas, acreditava que deveria casar por amor. Conheceu nos mercados um homem, que salvou uma criança… E dias mais tarde o te-encontrou na casa de sua amiga Mancinni, e o reconheceu: era Paulo.

Paulo também se apaixonou por ela, contudo era filho de Ferdinando Mancini – um dos cavaleiros mais ricos e poderosos da região, que gostaria que seus filhos fizessem casamentos que favorecessem os negócios da família. Ela pediu a intercessão de Jesus, que seu amor fosse possível. Esse é o primeiro milagre: Marguerite e Paulo casaram-se mesmo vindo de classes distintas. Teve uma vida conjugal difícil, devido aos hábitos da nova família e devido ao caráter violento do marido. Com seu empenho e orações, conseguiu convertê-lo… Tiveram filhos gêmeos: Tiago e Paulo . E então, foram morar num no peito da família e viveram anos como camponeses… Após a morte do marido, vítima de assassinato, por traição do chefe do Feudo.

O pai de Paulo, Ferdinando Mancinni, o sogro de Marguerite, pegou os meninos, para lhes ensinar a batalhar e vingarem a morte do pai. Na hora da batalha, foram pegos em emboscada. Então, para protege-los os enviou para um convento distante. Contudo, as freiras recebiam os refugiados da peste – a lepra. E os meninos ficaram doentes. Marguerite foi atrás dos meninos, e rezou e cuidou deles, mas foi assim que perdeu seus dois filhos. Viúva, manifesta a vontade de ingressar no mosteiro das irmãs Agostinianas que só aceitava jovens solteiras.

Ficou muito tempo perdida, pois não tinha mais seus pais e família do marido a refugou. Ainda assim, começou a cuidar de doentes da peste, e a curar enfermos. E aí após esse tempo, finalmente fizeram uma exceção e aceitaram a santa em sua comunidade. Esta foi um exemplo de vida religiosa, com suas orações e suas mortificações. Ela se devotou especialmente a cuidar de irmãs doentes e a aconselhar pecadores. Por 14 anos, até sua morte, trouxe na testa um estigma, associando-se, assim, à paixão de Cristo. Morreu no Mosteiro de Cássia, em 1457 e foi canonizada em 1900. São-lhe atribuídos tantos e tão extraordinários milagres que é tida como “advogada das causas perdidas e a santa do impossível”. É também protetora absoluta das mães e esposas que sofrem pelos maus-tratos dos maridos.

 

Atendimento

 Rua Marechal Floriano, 55 CEP: 88352-120 – Brusque-SC

segunda á sexta das 13:30 às 17:30

Horários de celebrações

19:00 – Sábados

19:00 – 1ª sexta-feira 

19:00 – Dia 22 Missa Devocional a Santa Rita de Cássia

Pastorais e movimentos

  • CPC
  • Conselho Econômico
  • Liturgia
  • Catequese
  • Grupos biblicos
  • Ministros
  • Dízimo
  • Idosos
  • Acolhida
  • Apostolado da Oração
  • RCC
  • Mãe Peregrina
  • Terço dos Homens
  • Terço das mulheres

Segunda

19:00 – 20:30 – Crisma 

Terça

19:00 – 20:30 – Iniciação à Vida Cristã(1ª Eucaristia) 

19:00 – terço dos homens

Quarta

19:00 – Grupo de Oração Sta Rita de Cássia(RCC)  

19:00 – TODA 1ª QUARTA DO MÊS: curso de batismo 

Quinta

19:00 – terço das mulheres 

Sabado

17:00 – Coroinhas