(47) 3351-1258
(47) 3351-1063
(47) 9.9186-2335
 
 
Bênção para Brusque

Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
No último dia do mês de junho, quando o calendário fez surgir o segundo semestre de 2020, a Paróquia São Luís Gonzaga quis saudar este novo tempo com uma bênção especial. Na noite de ontem, 30 de junho, nas escadarias da Igreja Matriz, o pároco, padre Diomar Romaniv, ergueu o Santíssimo Sacramento e abençoou toda a cidade.
Menos de cinco minutos antes de iniciar a missa, toda a igreja estava sem energia elétrica, em decorrência da forte tempestade que caiu no município e provocou transtornos em diversas regiões. A equipe de canto foi posicionada mais próxima do altar, os corredores da igreja estavam iluminados com velas e as leituras aconteceriam com o uso de uma lanterna. 
Alguns suspiros baixinhos e aliviados ecoaram pelo templo quando a luz voltou. De forma rápida e organizada, até a transmissão ao vivo e online aconteceu. 
“Aproveitamos para rezar pelo fim da pandemia, pelas vítimas desta tempestade que aconteceu em nossa cidade, região e Estado. Pedimos ao Senhor os frutos desta nossa oração e prece nesta noite”, afirma o pároco, padre Diomar.

Em sua homilia, padre Diomar fez referência à oração do Papa Francisco, na Praça São Pedro, no dia 27 de março. O pontífice, que rezava pela pandemia na Itália e no mundo, pedia aos fiéis a perseverança em Deus. “No dia seguinte, os casos de Covid-19 na Itália começaram a diminuir. Esta homilia tem hoje um significado profundo também para nós, que acabamos de vivenciar uma tempestade”, disse o pároco.
Padre Diomar lembrou que não é bom estar exposto em uma chuva intensa. A experiência provoca sentimentos de limitação, fragilidade e, às vezes, de falta de proteção. “O mesmo sentimento dos discípulos no Evangelho de hoje. Cansados de remar, eles disseram: Senhor, salva-nos. Nós, diante de uma pandemia, com os olhos da fé, temos uma certeza: Jesus está conosco. E o mês de junho foi significativo em esperança, nas celebrações de Corpus Christi e do Sagrado Coração de Jesus. Temos a liberdade de chegar perto de Cristo e dizer: Senhor, salva-nos”, esclarece padre Diomar.
Ainda citando Papa Francisco, o pároco lembrou que a pandemia pegou o mundo de surpresa e que, como outrora, os discípulos na tempestade no mar, hoje se faz necessário remar e lutar juntos para vencer este desafio.
“Use máscara, fique em casa. Fomos perdendo o medo, vimos o número de casos subir e nos assustamos novamente. Por isso, aproveitando o tapete de Corpus Christi, queremos dar a bênção para toda a cidade, para as pessoas aqui presentes e para quem nos acompanha de sua casa”, reforçou padre Diomar.

 
 
Indique a um amigo
 
 
Conteúdo Relacionadas
CADASTRE SEU E-MAIL

E RECEBA NOVIDADES