(47) 3351-1258
(47) 3351-1063
 
 
Francisco e a JMJ 2023: não esqueçam da solidariedade

Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -

A Jornada Mundial da Juventude estava programada para 2022, porém foi adiada para agosto de 2023 por causa da emergência sanitária devido a Covid-19.


Entrega dos símbolos


Também foi adiada a entrega dos símbolos da JMJ: a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora para os jovens portugueses. De fato, normalmente no Domingo de Ramos, Dia da Juventude Diocesana, uma delegação de jovens do país que sediou a última JMJ entrega, na Praça de São Pedro, os dois símbolos aos jovens da nação que sediará a próxima Jornada. Desta vez seriam os jovens do Panamá que entregariam a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora aos jovens de Portugal, mas a pandemia impediu.

 

Por enquanto a cerimônia de entrega dos símbolos está programada para o próximo dia 22 de novembro, festa de Cristo Rei, mas tudo dependerá da situação da emergência sanitária, porque “deve-se considerar antes de tudo a saúde, a vida dos participantes da JMJ”.

 

O presidente da "Fundação JMJ Lisboa 2023", Dom Américo Aguiar, espera que "o evento de Lisboa seja realizado em sintonia com o estilo de vida, o modo de sentir e a linguagem dos jovens", para que eles sejam os verdadeiros protagonistas.

 

O encorajamento do Papa


Na quarta-feira (02/09) Dom Américo Aguiar participou da primeira audiência geral presencial do Papa Francisco no Pátio São Dâmaso no Vaticano depois da suspensão por causa do coronavírus. O bispo explicou: “O Papa está muito contente, mas também tranquilo porque tem consciência do fato de que os trabalhos preparatórios para a JMJ estão progredindo. Ele também nos pediu que não esquecêssemos a dimensão da solidariedade".

 

Fonte: Vatican News

 
Indique a um amigo
 
CADASTRE SEU E-MAIL

E RECEBA NOVIDADES