(47) 3351-1258
(47) 3351-1063
(47) 9.9186-2335
 
 
Papa Francisco autoriza beatificação de mártir brasileira

Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -

Benigna Cardoso da Silva nasceu em 15 de outubro de 1928, em Santana do Cariri (CE). Em 24 de outubro de 1941, aos 13 anos, foi assassinada, após se recusar a ter relações sexuais com um adolescente.

 

Segundo consta, a menina saiu de cassa para buscar água a poucos metros de sua casa, como costumava fazer. Porém, foi abordada por Raul Alves, que a golpeou com um facão depois que ela resistiu a suas tentativas de ter relação sexual.

 

Na época do assassinato, conforme conta Vatican News, Pe. Cristiano Coelho Rodrigues, que fora mentor espiritual da jovem, escreveu a seguinte nota ao lado do registro de batismo de Benigna: “Morreu martirizada, às 4 horas da tarde, no dia 24 de outubro de 1941, no sitio Oiti. Heroína da Castidade, que sua santa alma converta a freguesia e sirva de proteção às crianças e às famílias da Paróquia. São os votos que faço à nossa santinha”.

 

Desde então, vem aumentando a devoção à menina. Em 2004, teve início a Romaria da Menina Benigna, que acontece de 15 a 24 de outubro e entrou para o calendário oficial do Estado do Ceará em junho deste ano.

 

O Bispo da Diocese do Crato (CE), Dom Gilberto Pastana, fez o anúncio da autorização da beatificação de Benigna na manha desta quinta-feira, através da Rádio Educadora do Cariri. “Alegremo-nos todos, toquemos os sinos de nossas igrejas, clamemos ao Senhor essa vibrante alegria, não somente para a Diocese de Crato, mas para todo o Ceará e o Brasil”, disse.

 

Segundo a Diocese cearense, será celebrada uma Missa em 21 de outubro, às 17h, na Catedral Nossa Senhora da Penha, em Crato, “em louvor a tão grande acontecimento”.

 

Em declarações ao site ‘O Povo’, o pároco de Santana do Cariri, Pe. Paulo Lemos destacou que a beatificação de Benigna é muito importante “porque a Igreja nos chancela. Está confirmando que, de fato, aqui viveu uma santa de Deus e ela poderá ser elevada à honra dos altares”.

 

 

Novos Beatos e Servos de Deus

Além da beatificação de Benigna Cardoso da Silva, o Papa Francisco também autorizou a promulgação dos Decretos concernentes a outros 4 novos Beatos e o reconhecimento das virtudes heroicas de 3 novos Servos de Deus. São eles:

 

- O milagre atribuído à intercessão do Cardeal Stefan Wyszyński, Arcebispo Metropolitano de Gniezno e Varsóvia, Primaz da Polônia; nascido em Zuzela, em 3 de agosto de 1901, e falecido em 28 de maio de 1981, em Varsóvia.

 

- O milagre atribuído à intercessão de Francesco Mottola, italiano, Sacerdote diocesano, Fundador do Instituto Secular das Oblatas do Sagrado Coração; nascido em Trope (Itália), em 3 de janeiro de 1901, e falecido no mesmo local, em 29 de junho de 1969.

 

- O milagre atribuído à intercessão da Alessandra Sabattini, italiana, leiga; nascida em Riccione (Itália), e falecida em 2 de maio de 1984, em Bolonha (Itália).

 

- O martírio do Servo de Deus Juan Roig y Diggle, espanhol, leigo; nascido em 12 de maio de 1917, em Barcelona (Espanha), e morto na noite entre 11 e 12 de setembro de 1936, em Gramanet.

 

- As virtudes heroicas do Servo de Deus Augusto Cesare Bertazzoni, Arcebispo titular de Temuniana, ex-Bispo de Potenza e Marsico; nascido em 10 de janeiro de 1876, em Polesine di Pegognaga (Itália), e falecido em 30 de agosto de 1972, em Potenza (Itália).

 

- As virtudes heroicas do Servo de Deus Jean Louis Querbes, Sacerdote, fundador da Congregação dos Clérigos Paroquiais ou Catequistas de São Viatore; nascido em 21 de agosto de 1793, em Lyon (França), e falecido em 1º de setembro de 1859, em Vourles (França).

 

- As virtudes heroicas da Serva de Deus Maria Francisco do Menino Jesus (nascida Maria Natividad Sánchez Villoria), religiosa professa da Ordem de Santa Clara; nascida em Fuenteguinaldo (Espanha), em 25 de dezembro de 1905, e falecida em 28 de fevereiro de 1991, em Salamanca (Espanha).


Fonte: ACI Digital

 
Indique a um amigo
 
CADASTRE SEU E-MAIL

E RECEBA NOVIDADES