(47) 3351-1258
(47) 3351-1063
(47) 9.9186-2335
 
 
São José Operário é celebrado com festa e alegria

Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
A Comunidade São José Operário, no bairro Primeiro de Maio, esteve reunida no domingo, 7 de abril, para celebrar o padroeiro com uma alegre missa e animada festa, que contaram com a participação de aproximadamente 60 festeiros e festeirinhos.

A coordenadora da Comunidade, Zita Gianesini Bado, deu as boas-vindas aos presentes e agradeceu a todos que de alguma forma, colaboraram para a realização da festa. Zita salientou que São José é modelo para toda a Igreja, por ser o guardião da Sagrada Família, e por ter cuidado dos tesouros mais preciosos de Deus aqui na Terra. “O primeiro tesouro do qual ele cuidou foi Jesus: José não era o pai de Jesus no sentido genético da palavra, porque Jesus havia sido concebido no ventre de Maria por obra do Espírito Santo de Deus, no entanto, ele aceitou cuidar deste Menino e dar a vida por Ele, educá-lo, formá-lo. José ensinou Jesus a trabalhar, a falar, a andar: tudo aquilo que um pai precisa ser para um filho, José foi para Jesus. Ele também cuidou do outro tesouro do Pai: a Virgem Maria. Aquela que permaneceu pura, intacta, toda de Deus, teve um homem que foi companheiro neste caminho: São José. E hoje, ele nos ensina, que quem quer receber Jesus, precisa receber também Sua mãe, esse tesouro precioso do Senhor”, declarou a coordenadora.

Diante de um altar ornamentado com flores coloridas, a imagem do padroeiro foi acolhida pela comunidade no início da celebração, presidida pelo pároco, padre Diomar Romaniv, scj, e animada pelos seminaristas do Convento Sagrado Coração de Jesus.

Durante a homilia, padre Diomar lembrou que durante o tempo da Quaresma, somos convidados a pensar sobre nossos atos e a seguir o exemplo de Jesus. “Ele é um homem que não olha as aparências, mas vê o coração. Por isso, nunca quer o mal de ninguém e não condena ninguém. Costumamos andar armados com pedras nas mãos, mas nossa função como cristãos é acolher e perdoar, e deixar as pedras de lado. Devemos ter as mesmas atitudes de Jesus e não julgar. Muitas pessoas vivem mal porque não conseguem se perdoar e perdoar os outros”, refletiu o sacerdote.

Padre Diomar destacou também que devemos seguir a vocação de São José, de cuidar do que é de Deus. “Assim como nós, ele tinha sonhos, mas mudou seus planos, conforme Deus quis. Quando vivemos nossa vida de fé, muitas vezes temos que deixar coisas que queremos ou gostamos, de lado, para abraçar as coisas de Deus. São José tinha em seu projeto de vida, bons valores, e seguiu a vocação que Deus destinou a ele: cuidar de Maria e de Jesus. Por isso, devemos pedir que Deus nos dê o mesmo coração de São José: extremamente zeloso, cuidadoso e preocupado com aquilo que é de Deus. No seu coração havia muito espaço para amar Nossa Senhora e Jesus, e nós também devemos amá-los como José amou. Peçamos que Deus nos ajude a cuidar bem de nossas famílias, da comunidade, das pastorais e das coisas Dele. Ele confia em cada um de nós”, salientou o religioso.

Ao final da celebração, padre Diomar reforçou os agradecimentos a todos que se dedicaram em organizar a festa do padroeiro e trabalham em prol da comunidade. Após a benção final, os festeiros receberam uma lembrança e uma benção especial.

 
Indique a um amigo
 
 
Conteúdo Relacionadas
CADASTRE SEU E-MAIL

E RECEBA NOVIDADES